terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Feliz 2016






Quero desejar um Feliz Ano Novo!
Saúde, sorte, sucesso, paz e, principalmente, paciência.

Feliz 2016!


Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
E o mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência




quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Bora Ouvir Gilberto Gil homenageando Bob Marley?







Não se preocupe com qualquer coisa
Porque cada pequena coisa vai ficar bem


É bom demais para ser verdade: o monstro Gilberto Gil homenageando o mito Bob Marley! Os grandes artistas têm essa coisa de serem imortais. Eles permanecem entre nós graças à sua grandiosa obra.


Para mim, Gilberto Gil é o rei da música popular brasileira. Ele aparece nas minhas pastas de MPB, Samba, Reggae, Rock, Axé e Forró. Vejo agora no seu site que há 527 canções disponíveis.


Por sinal, recomendo uma visita ao site do Gil. Muito completo. Para cada letra, uma breve contextualização histórica e em quais discos e por quais artistas foi gravada.




O show Kaya N'gandaya começa literalmente bem baixinho – com Gil e banda sentados no chão. Depois, vai subindo, vai subindo... E termina em uma grande festa!


Eu conheci esse DVD nos meus almoços no Restaurante Maria Bonita.


Escolher o Top Five de Gilberto Gil é tarefa inglória. Focando só nesse showzaço de reggae, podemos tentar assim (obviamente Gil e Bob):


  • Extra
  • Nos Barracos da Cidade (Barracos)
  • Is This Love
  • Waiting in Vain
  • Não Chore Mais (No Woman, No Cry)


Arthurzinho Maia?


Nesse momento do show, baixa o capeta no Arthurzinho Maia e ele demonstra tudo o que é possível fazer com um baixo. Um solo fantástico de mais de um minuto. Impossível não dançar junto com ele.






Mas isso não é tudo! O DVD inteiro é bom. Pode ir sem medo.


PS: Incrível como é uma pessoa simples. Mesmo com toda a idade, fama, sucesso, dinheiro, cargos, prêmios, história... Gilberto Gil é de uma simplicidade que “chega a dar nos nervos”. Muito inspirador. Muito obrigado!


PS2: O áudio do Youtube é bem baixinho. O som tem que subir muito!


PS3: O vídeo é traduzido e legendado. Molezinha!


Compartilhe o blog. Compartilhe músicas boas com a gente.


Sobe o SOM!







Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!

      

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Bora Ouvir A Natureza das Coisas?









Oh! coisa boa é namorar


Esse vídeo eu gravei há pouco na festa de fim de ano da nossa associação de empregados: Edinho Vilas Boas e banda interpretando a música A Natureza das Coisas, de Flávio José. Em 11/12/2015, Bar Arre Égua, Fortaleza, Ceará.


Eu conheci Flávio José durante a minha adolescência. Suas músicas tocavam muito em Várzea Alegre, principalmente no Bar de Flávio (ou Bittu's Bar) na rodoviária. Lá, temos um ex-prefeito cujas músicas de campanha foram todas paródias das músicas de Flávio José. É até impossível para mim ouvir uma certa música do Flávio José e não lembrar desse ex-prefeito.


Fico impressionado com a dificuldade de cantar desse Senhor. #sqn Ele nem precisa fazer força com seu vozeirão. Canta doce e macio. Sem gritar.


A música se vale de um recurso consagradíssimo: as onomatopeias...


Oh! chá lá lá lá lá lá lá
Oh! chá lá lá lá lá lá lá
Oh! chá lá lá lá lá lá lá


Em novembro, estivemos no Kukukaya no show do Flávio José. Curtimos muito até a hora que a pequena Isabela nos permitiu. Nessa música, ele brincou com a plateia. "Vamos lá, cantem aquela palavra bonita:"


Inexoravelmente chega lá


Significa que fatalmente chegará lá. Uma hora vai chegar lá.


E para os que estão fora da cultura nordestina, avexar significa apressar.


E tome filosofia:


Se avexe não
Amanhã pode acontecer tudo
Inclusive nada


PS: Pelo que apurei, o autor da letra é Accioly Neto. E como é difícil descobrir o compositor de uma música. Como os compositores são desvalorizados.


Compartilhe o blog. Compartilhe músicas boas com a gente.


Sobe o SOM!







Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!

      

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Bora Ouvir Simple Minds – Alive and Kicking?









Essa música me marcou muito este ano. Acho que foi a minha música em 2015. Tanto que eu a escolhi como música do meu aniversário de 30 anos, conforme postei em julho:




E viva o rádio por nos trazer músicas inéditas. E viva o Shazam por acabar com a nossa agonia, respondendo em menos de dez segundos e sempre de forma eficaz a pergunta que não quer calar: peloamordedeus, que música é essa?


A tradução literal de kicking é chutando. Mais poeticamente, a tradução da letra nos traz vivo e seguindo em frente. Mas a minha tradução preferida é vivo e pulsando.


Mas não é uma pulsação de repouso de 80 BPM. É PUL-SAN-DO!


A música começa baixinha e vai subindo até te jogar lá em cima.


A vida não é amanhã, não é depois. É agora!


Permaneça onde o seu amor está.


O vídeo abaixo vai a 200 BPM. É uma superversão ao vivo com a música já consagrada pelo público. Fico imaginando qual a sensação vivida naquele palco: você cantar a sua própria música, um grande sucesso clássico internacional, ao lado de uma orquestra completa e de uma plateia ensandecida. Deve ser alucinante!


Em tempo, uma saudação especial ao meu amigo Washington que tanto ouviu esta música comigo em 2015!


Compartilhe o blog. Compartilhe músicas boas com a gente.


Sobe o SOM!






Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!

     

sábado, 12 de dezembro de 2015

Bora Ouvir Menina Mulher da Pele Preta?









Viva Jorge Ben Jor. Essa letra tem mais de 40 anos. É de um tempo mais puro em que não havia as discussões atuais sobre racismo. A menina mulher da pele preta é um elogio. Em tom carinhoso. Não é um preto racista. É um preto puro na alma. Como é o “Preta, preta, pretinha” de Moraes Moreira.


Pro meu gosto, o Forroçacana salvou a música. Eles elevaram a música com um arranjo incrível. Bom para dançar. E bom para cantar.


O Forroçacana é um pessoal meio metido que toca forró com violino.


Eu encontrei essa música (a versão mais abaixo) bem como o Forroçacana no Forró Stream. É um canal porreta de forró pé-de-serra com muita qualidade musical e poética. E já adianto que vocês verão muitas contribuições do Forró Stream aqui no blog.





Compartilhe o blog. Compartilhe músicas boas com a gente.


Sobe o SOM!













Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!



     

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Bora Ouvir Biquíni Cavadão - Zé Ninguém?







Enquanto a zona continua no Congresso...


Eduardo Cunha parece aquela criança mimada que fica mudando as regras da brincadeira o tempo todo até conseguir vencer.


Eu estive nesse showzaço do Biquíni Cavadão, mas isso é tema para outro post.


No final do vídeo, uma garota da garganta excepcional ainda consegue incluir uma declaração de amor no DVD: “Bruno, eu te amo! Eu amo você!”.


Compartilhe o blog. Compartilhe músicas boas com a gente.



Sobe o SOM!









Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!



     

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Bora Ouvir A Torcida do Corinthians?






Através do site do Meu Timão, descobri uma matéria incrível do portal Vice. Trata-se do texto A Insana Beleza de Gritar Corinthians, brilhantemente escrito pelo Marcos Sergio Silva.


É uma crônica completa contando um pouco das histórias das músicas que a torcida do Corinthians canta por onde vai. Para cada música, um pouco de história e um vídeo real em seguida, seja na arquibancada, na porta do estádio ou no busão. Quem sabe faz ao vivo.


Confesso que essa crônica me ajudou muito com a inspiração final para a estruturação dos posts do blog Bora Ouvir Uma?.


Segue o link. Mas volte para cá…




Para os que voltaram e para os que não foram, segue o meu convite maior: escutem, vejam, sintam e vivam o som abaixo. A festa abaixo. É a torcida do Corinthians dentro da estação do metrô, voltando para casa, depois de receber a taça de Hexacampeão brasileiro de futebol, depois de aplicar a maior goleada da história no São Paulo Futebol Clube.


Mesmo quem não for corinthiano… Até mesmo quem nem gosta de futebol… Vai se arrepiar!


Pense na parte sociológica da coisa: um bando de pessoas desconhecidas, mas com objetivos em comum, festejando em uníssono e com tanta sincronia e felicidade. É de arrepiar!


Fiquei pensando também em algum desavisado que estivesse passando por ali nesse momento. O que será que ele sentiu?


É de arrepiar!
Vai, Corinthians!

Sobe o SOM!








Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!



     

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Bora Ouvir Banda Aquárius (Ao Vivo)?






Tem gente que morre e não se entrega
Tem gente que só quer ser as pregas
Tem gente chique, tem gente brega, brega, brega


Um beijão da Banda Aquárius”.


O meu pai ganhou esse CD de presente em um amigo secreto em 1998. E eu já ouvi tanto esse danado que cheguei a decorar todas as falas e brincadeiras dos cantores.


A Somzoom estava muito produtiva e lançava a sua safra completa de discos de shows ao vivo. E esse show é muito completo. Tem tudo o que a gente merece: forrós mais lentos e românticos; forrós mais acelerados e muito dançantes; xotes; músicas de quadrilhas juninas; poesias... E também o que a gente não merece: no final, o disco cai um pouco e aparecem algumas canções com letras de duplo sentido (recurso apelativo muito utilizado por bandas de forró de todos os tempos).


O fato é que o disco sapeca praticamente 30 minutos de forró sem parar. Quando você pensa que não, já ouviu mais de 15 canções. É bom demais!


Tem algumas letras lindas, bem do auge produtivo de Luiz Fidélis, Rita de Cássia e cia. Hoje, a qualidade poética do forró caiu muito e Dorgival Dantas é um dos poucos que conseguem nos brindar com letras bonitas.


O auge do show para mim ocorre aos 30:49 do vídeo (Ainda Choro) e aos 32:14 do vídeo (Onde Canta o Sabiá).


Olha isso:
Sou caboclo do sertão
Só tenho amor no coração
Pra oferecer
A natureza é minha casa,
Vida viver
Tudo pra eu e ocê


Compartilhe o blog. Compartilhe músicas boas com a gente.



Sobe o SOM!










Ei, psiu, se liga…
Dá para ficar sabendo das novidades do blog pelas redes sociais. Sigam-me os bons!